Para se produzir um evento é preciso lidar com várias coisas acontecendo ao mesmo tempo. É tipo se propor a reger uma enorme orquestra: temos instrumentos de vários tipos, sons diversos e tudo tem que estar em perfeita harmonia para o público final. Pensando em te ajudar a não desafinar, juntamos os sete principais erros que insistem em atrapalhar a produção de um evento, confere aí:


#1 FALTA DE PLANEJAMENTO


Por mais que pareça óbvio, muitas vezes não é, então: PLANEJE! Não planejar é o principal erro que você pode cometer na vida justamente porque ele acarreta todos os outros. É a hora da pesquisa, de comparação, de definir as estratégias e tudo que possa reduzir as chances de fracasso. Dessa fase costumam sair expectativas e dados fundamentais para se pensar em todo o resto, tais como público-alvo, número de pessoas, tamanho do evento, infraestrutura, verba necessária e disponível, parecerias, entre outros.


#2 DAR UM PASSO MAIOR QUE A PERNA

Vem cá, a gente sabe que você sempre quer produzir o evento mais fantástico e fabuloso da face da terra, mas calma lá, você tem um orçamento. Ignorar ou não cumprir o orçamento é sinal de problema na certa! Ele é o seu guia, seu norte e se formos falar do maestro de novo, ele é o seu ritmo: te diz como dançar conforme a música. Por esse motivo, tudo que você for sonhar em trazer para o seu evento tem que estar em conformidade com seu orçamento, desde serviços à fornecedores.


#3 TER A CABEÇA FECHADA

Lembra do ponto acima? O orçamento muitas vezes é o grande vilão da produção de eventos então é preciso rebolar para manter tudo nos conformes e daquele jeitinho que sonhamos. Para isso, pensar fora da caixa é essencial, sua criatividade vai valer ouro na hora de pensar em soluções alternativas para resolver aqueles velhos problemas que sempre insistem em surgir.  A criatividade ainda é um fator importante na hora de fazer com que você e seu evento se destaquem, fuja do comum, dê asas a sua imaginação - dentro do orçamento, claro!


#4 UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO 

Ok, tivemos um organizador que planejou tudo seguindo todas as regras existentes e inexistentes, mas na hora de sair do papel... era melhor nem ter saído! Como bem dissemos, uma andorinha só não faz verão e ter uma equipe alinhada é imprescindível para que tudo aconteça como planejado. A equipe pode ser sua ou terceirizada, mas ela tem que estar por dentro e dominar todos os processos para fazer tudo acontecer, se não esse bolo desanda! As coisas evoluem muito rápido e ter uma equipe não só atualizada, mas fluindo em conjunto tal como orquestra! #GOTEAM


5. NÃO TER A PERCEPÇÃO DO EVENTO COMO UM TODO


Temos milhões de coisas para planejar, verificar a execução e manter funcionando, certo? Certo! Porém existem várias outras coisas que não podem ter uma atenção secundária sem ir isso um baita tiro no seu pé, produtor. Estamos falando da infraestrutura no geral, do local, da segurança e da limpeza. Fatores importantíssimos que podem fazer o seu evento e a sua reputação ir por água à baixo se não tiverem uma execução perfeita.


#6 NÃO GRITAR AOS QUATRO VENTOS

Estamos vivendo o reinado do marketing digital e que pecado você estaria cometendo se não tivesse usando e abusando desse recurso hein! Mas dois altos, nem todo evento precisa ser divulgado na internet, vai depender muito do tipo do seu evento e do público-alvo: e se ele só puder ser encontrado através do rádio ou outras mídias offline? É lá que você tem que ir atrás! Talvez até mais importante do que veicular informações sobre o seu evento é veicular informações corretas. Não custa nada verificar tudo de novo e ajudar seu marketing a deslanchar!


#7 ESQUECER QUE NÃO ACABA QUANDO TERMINA

O pós-evento é tão importante quanto o evento em si, é a hora de avaliar se o evento deu certo: se deu certo para o público, se o desempenho foi o certo, se o retorno sobre o investimento foi o ideal... Há muita coisa para se fazer então arregace suas mangas e mão na massa!


Aposto que depois dessas preciosas dicas vai ser bem mais fácil de não errar na organização do seu evento! Mas conta para gente, você já colocou o pé na jaca de alguma outra forma com seu evento?