Quinteto Violado e Banda de Pau e Corda com a Turnê na Estrada

Sábado, 14 de Março - Belo Horizonte/MG
  • Favoritar

Informações

Palácio das Artes recebe os pernambucanos Quinteto Violado e Banda de Pau e Corda
com a turnê NA ESTRADA
 
De um lado, o Quinteto Violado, pioneiro na criação de uma música popular brasileira com arranjos inspirados nas tradições nordestinas e profunda pesquisa do folclore nacional. Do outro, a Banda de Pau e Corda, com uma canção popular nordestina que promove o diálogo entre o imaginário sertanejo e as paisagens urbanas. Ambos com quase 50 anos de carreira, celebram agora quase 50 anos de amizade e admiração – sendo Toinho Alves, fundador do Quinteto Violado, responsável por dar nome à Banda de Pau e Corda.
 
Repertório difícil de ser escolhido, história difícil de ser contada com música em apenas um show, mas o Diretor Musical da Turnê Nacional, Dudu Alves, tecladista do Quinteto Violado, já o definiu em parceria com Sérgio Andrade, líder e fundador da Banda. Só a nata do cancioneiro dos dois grupos.
 
Tem Asa Branca – escolhida por Luiz Gonzaga como o melhor arranjo do seu maior sucesso, tem, ainda, Dominguinhos, Zé Dantas, Geraldo Vandré, além de músicas autorais; e tem, também, Flor d’Água, Lampião, Viva o Recife, e muitos dos grandes sucessos dos dois grupos que resistem e persistem em manter suas identidades musicais, marca registrada do sucesso dos dois – Não é à toa que os dois, juntos, somam 95 anos de carreira...
 
Com essa Turnê, o Quinteto Violado abre as comemorações do seu cinquentenário, em 2021, e que terá turnê nacional intitulada “Tempo – 50 Anos Quinteto Violado”.
 
Quinteto Violado – Surgido em Pernambuco no momento pós-tropicalista (1971), o Quinteto Violado focou seu trabalho na música regional, valorizando a cultura brasileira através de trabalhos de pesquisa e agregando as experiências pessoais dos seus integrantes. Desta época até hoje o Quinteto e sua identidade sonora – construída a partir do contrabaixo, violão, viola, flautas, teclados, percussão e vozes – conquistam cada vez mais admiradores pelo Brasil e o mundo.
 
Inicialmente formado por Toinho Alves, falecido em 2008, canto e baixo acústico; Marcelo, canto, viola e violão; Fernando Filizola, canto, viola e sanfona; Luciano Pimentel, falecido em 2003), vocal, bateria e percussão, e Sando, flautista, na década de 1990 passou a ser integrado por Toinho, baixo acústico, compositor, cantor e diretor musical do conjunto; Marcelo, violonista, violeiro, cantor e compositor; Ciano Alves, flautas; Roberto Medeiros, cantor e baterista; e o tecladista e arranjador Dudu Alves.
 
O seu estilo Free Nordestino se caracteriza pelos arranjos com a identidade nordestina e a influência da música do mundo - A música do Quinteto é orgânica, com personalidade local, mas, quando projetada, tem referências que independem de nacionalidade. É um som universal com fortes influências nordestinas e cosmopolitas na sua harmonia. Algumas poesias ou letras são dos próprios integrantes, mas a maioria é leitura do cancioneiro popular que recebe roupagem nova com arranjos transformadores. As músicas têm um toque de contemporaneidade e improvisos típicos do jazz, passeando do erudito ao mais popular dos estilos.
 
Cirandas, modinhas, frevos, xotes, maracatus e baiões... – Com os pés fincados na brasilidade, no regionalismo, nas raízes culturais pernambucanas, a Banda de Pau e Corda tem enorme representatividade na história musical brasileira. Nascida na efervescente Recife dos anos 70, pelo talento dos irmãos Roberto, Waltinho e Sérgio Andrade, a Banda atravessou mais de quatro décadas misturando ritmo e poesia na medida certa.
 
A história de sucesso começou quando os três músicos perceberam a necessidade de interpretar suas canções com uma instrumentação mais apropriada. Com o incentivo dos pais, o jornalista Oswalter Andrade e a poetisa Maria José Rabelo de Andrade, eles adquiriram a Olho Nu, uma conhecida casa de shows no centro da capital pernambucana. Foi justamente ali onde o grupo se consolidou, com a inclusão de instrumentos à base de pau e corda, como flauta pífano, contrabaixo acústico, atabaques, violão, viola de 10 cordas e percussão. Sem nome até aquele momento, o conjunto foi batizado a partir da sugestão do músico Toinho Alves, do grupo Quinteto Violado. Surgia então a Banda de Pau e Corda, que soma hoje em sua trajetória de sucesso centenas de viagens, turnês, projetos especiais, 10 álbuns e uma legião de fãs que se propaga de geração para geração.
 
O primeiro LP, Vivência, foi lançado em dezembro de 1973, um dos marcos da discografia do grupo. Um trabalho tão respeitável que teve o reconhecimento do sociólogo Gilberto Freyre, responsável pelo texto de apresentação na contra-capa do disco. Forte símbolo da música regional, a Banda de Pau e Corda sempre marca presença no Carnaval e no São João de Pernambuco, grandes manifestações populares que atraem gente de todo o mundo. Em 2007, gravou participação no DVD comemorativo 100 Anos do Frevo, que teve distribuição gratuita em toda a rede pública de ensino do Estado. Divulgar a música nordestina e brasileira faz parte do projeto da Banda de Pau e Corda.
 
 
SERVIÇO:
Evento: Quinteto Violado & Banda de Pau e Corda – Na Estrada
Local: Grande Teatro Cemig Palácio das Artes
Data: 14 de março de 2020 (sábado)
Horário: 21h
Preço: Plateia I – R$ 160,00 (inteira) – R$ 80,00 (meia-entrada); Plateia II – R$ 140,00 (inteira) – R$ 70,00 (meia-entrada); Plateia Superior – R$ 120,00 (inteira) – R$ 60,00 (meia-entrada)
Classificação Etária: livre
Duração aproximada: 90 min.
 
 
 
MEIA ENTRADA
Conforme Lei nº 12.933 de 26 de dezembro de 2013 e Decreto 8.537, de 5 de dezembro de 2015
 
Atenção Estudantes 
De acordo com a lei federal nº12.933, em vigência desde 01/12/2015, para ter acesso ao benefício da meia entrada você deve apresentar a CIE – Carteira de Identificação Estudantil, que deve conter:
Conteúdo da carteira
Na face de identificação do portador do documento deverão constar obrigatoriamente os seguintes dados: ·nome civil completo; ou ·nome social, na hipótese de estudante travesti e transexual; ·nome da instituição de ensino na qual o estudante esteja matriculado; ·grau de escolaridade; ·curso, obrigatório para estudantes de curso técnico, graduação e pós-graduação; ·data de nascimento do estudante; ·documento de identidade (RG, CNH, RNE ou passaporte); ·cadastro de pessoa física do Ministério da Fazenda (CPF), obrigatório para estudantes de graduação, especialização, mestrado ou doutorado; ·código de uso ·data de validade até março do ano subsequente ao da expedição da CIE, no verso do cartão. ·Na hipótese de estudante travesti e transexual, apenas o nome social será impresso na CIE, acompanhado da seguinte declaração em local visível: “documento impresso com nome social”. Neste caso, o nome civil do estudante poderá ser consultado na versão digital da CIE, conforme orientações abaixo. ·Na face de identificação do documento constará uma fotografia recente do estudante, na proporção 3x4.
Código de uso: é o número de registro do estudante contendo uma sequência alfanumérica única em todo o território nacional para cada CIE emitida, de até 8 (oito) caracteres.
A obrigatoriedade do QR Code
 
NÃO SERÃO ACEITOS BOLETOS BANCÁRIOS, DECLARAÇÃO DE MATRÍCULA E CARTEIRINHAS FORA DO PADRÃO ACIMA.
 A COMPROVAÇÃO DA MEIA ENTRADA DEVERÁ SER APRESENTADA NO ATO DA COMPRA E NO DIA DO EVENTO.
 
LEI MUNICIPAL Nº 9.070/2005

Em Belo Horizonte, a Lei Municipal nº 9.070/2005 garante ao menor de 21 anoso direito ao benefício da meia-entrada. Para comprovação, basta apresentar documento de identidade no momento da aquisição do ingresso e na portaria ou na entrada do local de realização do evento.

 
Ingressos Meia-Entrada (cota 40%) disponibilizados para o evento:
PLATEIA I – 173 ingressos
PLATEIA II – 254 ingressos
PLATEIA SUPERIOR – 200 ingressos
 
Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Bilheteria Saguão Superior (entrada pela Av. Afonso Pena)
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 - Centro - Belo Horizonte/MG
 
Horário de Funcionamento:
Segunda a sábado: 10h às 21h
Domingo e feriado: 17h às 20h
 
Para mais informações, você pode conversar conosco através do Chat online, ele está disponível aqui mesmo na home do nosso site. Este atendimento é rápido e prático.
 
 

Ingresso

INGRESSO
PLATEIA I Inteira
R$ 160,00
INGRESSO
PLATEIA II Inteira
R$ 140,00
INGRESSO
PLATEIA SUPERIOR Inteira
R$ 120,00

É o produtor desse evento ?

515

pessoas já visualizaram este evento na
Safeticket.

Você pode

AVISO

Este evento não está sendo comercializado pela Safeticket, apenas fornecemos gratuitamente o serviço de busca para melhorar a experiência do usuário e facilitar o direcionamento da compra. Caso queira comprar o ingresso clique em comprar ingresso e lhe direcionaremos para o link de compra.